Aprecie as paisagens congelantes do Canadá.

Atualizado: 6 de Ago de 2019


Puxa o zoom... nesse post sobre nossa viagem para Canadá. Tudo muito lindo e frio, rss. Vamos começar com pequenas dicas necessárias.

Temperatura: Em Ottawa choveu um pouco, pouca neve e as temperaturas variavam de 5 a -3 C. Mont Tremblant bastante neve e a temperatura -3C. Montreal dias lindos de sol e muita neve com temperaturas -5 a -18C. Quebec dias de sol e muita neve com temperaturas de -15 a -23C.

Dica de roupas: Para suportar frios intensos compre casacos por camadas. Importante é comprar casacos de acordo com as temperaturas que irá pegar em sua viagem. São três camadas:

1) Peça térmica: o aquecimento deve ocorrer de dentro para fora, já que o calor do corpo possa ser aproveitado e evitar que a temperatura do ambiente passe a barreira. Importante é deixar a pele seca. Evitando que umidade do ambiente ultrapasse.

2) Aquecer: o objetivo da segunda camada é aquecer e deixar mais quente o corpo. Pode ser lã, cashmere,fleece,...

3) Casaco impermeável: deve ser escolhido de acordo com sua atividade ou necessidade. Pense sempre que esse casaco tem que ser impermeável e que não passe vento. A neve é bem úmida e o casaco não pode deixar que essa umidade esfrie seu corpo.

Assim como parte superior do corpo tem camadas de casacos, a inferior também. Pode usar calça jeans? Nós usamos sim, porém deve colocar meias próprias e usar as camadas. Sapato tem que ser bota impermeável e forrada. Compre tudo no Brasil, pois as roupas no Canadá são caríssimas. Indicamos: Decathlon, The North Face e Columbia. Não esqueça cachecol, protetor solar (neve queima pele), hidratante facial (recomendamos manteiga corporal Armazém & Aroma) e labial, luvas e gorro que cubra os ouvidos (venta bastante). Pense sempre nos casacos tecnológicos apesar de serem mais caros, são mais eficazes, duráveis e leves.

Pegamos uma promoção de passagem área de São Paulo a Montreal. A passagem saiu por R$1.629,00 ida e volta. Com uma escala na Cidade do México. Alugamos um carro para ficarmos alguns dias. Ficamos um pouco apreensivas, pois nunca tínhamos dirigido na neve. Assistimos alguns tutoriais. Foi muito tranquilo e não tivemos nenhum problema com isso. Outra dica senão tiver internet é baixar o mapa off-line da região que irá conhecer ou compre o chip easysim4u. Não precisa alugar GPS faça tudo pelo celular. Fizemos o seguro pelo cartão Platinum o que economiza bem. Chegamos por Montreal pegamos o carro no aeroporto e fomos direto para Ottawa aproximadamente 2 horas de viagem e sem pedágios. Estrada bonita e ótima.


Visto:

Portadores de passaporte europeu apenas necessita do ETA (aproximadamente U$$ 7,00), já passaporte brasileiro precisa do visto americano ou canadense (via aérea). Por via terrestre necessário visto canadense!!!! Atente-se as conexões!!!




Ottawa (1/12/18 a 3/12/18): Nos hospedamos no hotel The Business Inn. Tem uma taxa de estacionamento. Um hotel simples, ótima localização e com café da manhã muito bom e prático. Os pontos turísticos dá fazer tudo a pé. Ottawa dá para fazer um bate e volta também. Não recomendo ficarem muitos dias. Infelizmente a cidade a noite tem algumas pessoas estranhas e deve manter uma atenção.


O que visitar: Ponte Alexandra, Colina do Parlamento, Rideau Canal, Fairmont Château Laurier, Peace tower, ByWard Market, Catedral Notre Dame e os museus.

Vale a pena fazer um tour no Parlamento que é muito lindo por dentro e por fora. Subir na torre para ver a vista da cidade. A visita dura de 30 a 40 minutos. Trocamos o ticket (gratuito) na hora em um prédio na frente do parlamento. Tem vários horários de entrada. O ByWard tem bastante restaurantes e pubs. Lugar bem charmoso para passear. A cidade de Ottawa tem muitos shoppings com restaurantes de rede internacional e lojas.




- Mont Tremblant (passamos o dia): pegamos o carro bem manhã e fomos até Mont Tremblant. De viagem foram 2 horas. Passamos por paisagens lindas e pegamos bastante neve. Foi tranquilo dirigir e as estradas muito bem sinalizadas. O melhor de tudo que não teve nenhum pedágio. Chegando a Mont Tremblant estacionamos no primeiro estacionamento do centro histórico e era gratuito. Para quem for para Ottawa ou Montreal vale a pena conhecer essa cidade com estação de esqui. O teleférico para subir na pista era em torno de 99.00 dólares canadense o dia todo . Como não esquiávamos, só ficamos observando as lindas paisagens e andando pela cidadezinha. Na entrada de Mont Tremblant tem um teleférico gratuito vale a pena subir e descer nele para ver a paisagem da cidade do alto. Caminhar por tudo para ver o comércio local. Vale a pena passar o dia lá. Tem um lago maravilhoso e muitas lojinhas. Lugar bem charmoso. Uma dica comprar Maple Syrup, um xarope canadense feito arvore típica de lá. Pode encontrar em forma de pirulitos e balas.




Montreal (3/12/18 a 6/12/18): saímos à tardezinha de Mont Tremblant a Montreal. Devolvemos o carro no aeroporto de Montreal e fomos de Uber até o apartamento que alugamos. Era um ótimo apartamento na rue crescent 1420. Tinha uma vista incrível da cidade e a localização ótima. Muitas lojas internacionais e restaurantes por perto que fechava as 22:00 hs. Bastante estação de metro aos arredores. Nesses dias em Montreal utilizamos apenas metro. A cidade é muito linda e segura. Vale a pena ficar uns 5 dias inteiros. Bastantes atrações interessantes. O pouco tempo que ficamos deu para aproveitar bastante, mas caso tenha mais tempo indicamos a ficar mais dias. Locais que não pode deixar de conhecer em Montreal:


1) Biosfera de Montreal: Para chegar lá é só descer na Station Jean Drapeau. No dia que fomos estava em reforma. Vale a pena conhecer pela sua arquitetura e o parque que fica ao redor. É um museu do meio ambiente com uma arquitetura contemporânea projetada pelo arquiteto Richard Buckminster Fuller. Foi inaugurado em 1995, mede cerca de 62 metros de altura e 76 metros de diâmetro. Simplesmente incrível!!!



2) Parc du Mont Royal: Principal parque de Montreal. Com várias trilhas, lagos e árvores. No dia em que decidimos ir, ficamos um pouco apreensivas por conta da neve. Estava nevando muito e ficamos na dúvida se daria para ver a vista da cidade. Mesmo assim resolvemos arriscar. Valeu a pena.

Como chegar: primeiro a melhor opção é comprar ticket do metrô por 24 horas, que lhe dá direito a usar o ônibus também. Descemos na estação Mont Royal e na mesma rua da estação tem parada do ônibus 11. Desce em frente ao cemitério muito bonito. Não tem erro e é super tranquilo. DICAS: levar uns salgadinhos e água. Lá tem toda infraestrutura de banheiro e cafeteria, mas é um pouco salgado o preço. Não deixe de ver a vista da cidade de Montreal em frente ao Chalet du Mont Royal. Foi um dos lugares mais lindos que fomos e a neve não atrapalhou em nada. Só umas escorregadas. SEMPRE CAMINHAR PELA NEVE FOFA.



3) L’ Oratoire Saint Joseph: Lugar muito lindo e com pôr do Sol maravilhoso. É parada obrigatória para quem for à Montreal. Não paga nada para entrar e é um passeio inesquecível. Pode fazer visita guiada que paga aproximadamente U$5,00 e tem horários certos. Essa basílica foi construída em homenagem a St Joseph. O lugar recebe mais de 2 milhões de visitantes por ano. Foi aberta oficialmente em 1956 e sua construção passou por diversas etapas antes de atingir a grandiosidade de hoje. Constitui 105 metros de comprimento e sua nave tem 37 metros de altura. No museu do oratório tem exposições. O terraço oferece uma vista muito bonita da cidade.


Como chegar: descemos na estação Côte-des-Neiges. Fica numa rua com vários restaurantes e comércio. Aproveitamos para comer no St Hubert @sthubert , muito bom! Pedimos um prato com batata doce frita e peito frango com queijo. A faixada do restaurante parecia um fast food, mas era estilo Outback. Não era caro.



4) Old Port (Vieux Port): fomos caminhando até Old Port Montreal ( Vieux Port). Um ambiente bem legal e descolado!! Tem vários contêineres com lojinhas e restaurantes. Dá uma pesquisada em horários de funcionamento. No inverno o lago em frente a roda gigante fica congelado. Ideal é ter um tempo para caminhar e apreciar o ambiente com calma e curtir o momento. Não deixe de visitar a catedral Notre Dame que fica aos arredores. É uma basílica católica romana situada no distrito de Ville-Marie. É uma das mais proeminentes edificações religiosas da cidade, juntamente com a Catedral de Maria Rainha do Mundo. Tem estilo neogótico e foi construída entre 1823 e 1829.



Quebec (6/11/18 a 10/11/18): uma cidade super charmosa com estilo europeia. Nos encantou em todos os aspectos. Dedicaríamos mais dias nessa cidade, por ser tão linda. De Montreal pegamos um ônibus para Quebec. Compramos antecipado no próprio site da linha ônibus (orleans express). Não é um ônibus turísticos. Ônibus muito bom com carregador de celular, wi fi e super confortável. A viagem deu aproximadamente 3 horas. Foi muito tranquila. Optamos por ônibus, pois era mais barato que o trem. O terminal é Gare d'autocars de Montréal ao lado da Station Berri-UQAM. Chegando em Quebec descemos na Gare Du Palais. Pegamos um Uber até o Hotel. Nos hospedamos no @fairmontfrontenac para ter essa experiência incrível. Além de ser maravilhoso fica super bem localizado no centro antigo. O café da manhã tem um custo de 35.00 dólares canadense por pessoa. Não é tão barato, mas compensa a experiência e a paisagem. O café da manhã super bem servido. Valeu cada centavo pago. O Chateau Frontenac é o símbolo da cidade e pode ser visitado com guia.



Na praça em frente você encontra o Marche de Noel. Uma feirinha de artesanato, comidas e bebidas típicas. Fica apenas no período próximo ao Natal. Não deixe de comer a pipoca Mary’S Popcorn @maryspopcornshop !!! Quem aqui não gosta de pipoca? Essa loja de Quebec vende todos tipos de pipocas desde tradicional até chocolate. Optamos por uma mistura exótica que é caramelo com queijo cheddar (Style Chicago). Tem em várias cidades do Canadá. Não deixe de visitar a loja La Boutique Noel de enfeites de Natal. O centro antigo tem muitos restaurantes, cafeterias e pubs. Tudo muito bom e dá para fazer a pé. Caminhe por todo o centro e veja os grandes murais pintados de forma bem realista. O passeio de trenó em Quebec fica na lateral do Chateau Frontenac .



Tem uma pista para escorregar com trenó bem rústico. Para entrar no clima congelante nos aventuramos nessa descida. Funciona apenas em final de semana e pode escorregar até três pessoas no trenó. Pagamos 6.00 dólares canadense para descer uma única vez. Tem outros pacotes também. Muito divertido e vale a pena. Nesse dia estava a -21 C, mas deu para aguentar bem o frio. Para comprar o passeio de trenó é bem ao lado da pista. Um quiosque pequeno que funciona uma cafeteria também. Compra a fichinha pega o trenó e sobe até alto da pista. Escorrega muitooooo rápido.






Por que optamos por viajar nessa época do ano? Primeiro que queríamos ver muita neve e passar um frio. Segunda a decoração de Natal que valeu muito a pena. Deixa tudo mais charmoso e é bem diferente do Brasil.

1 comentário